habilidades-preditoras-educação

Olá, professores!

Como forma de adquirir a aptidão pela leitura de maneira plena, a criança deve ter suas competências estimuladas de maneira que potencialize este ato. É hora de falar sobre as habilidades preditoras. Um conjunto de habilidades que vem antes da aprendizagem e do domínio que possibilita a decodificação dos signos (as palavras).

Assim sendo, o ato de ler está relacionado às habilidades preditoras, uma vez que elas contribuem consideravelmente para a aquisição deste importante passo no desenvolvimento da criança. Ademais, quando o pequeno é devidamente treinado, essas capacidades tendem a facilitar o percurso do aluno durante a alfabetização.

Que habilidades são essas?

Primeiramente, é importante saber o motivo pelo qual as etapas anteriores são essenciais para o ato de ler. Com isso, a ciência já contribuiu com diversos estudos acerca das habilidades preditoras. De acordo com Minervino e Dias (2017), essas capacidades são responsáveis por oferecer um suporte rico e que dê condições para o início do processo de leitura de maneira eficiente e eficaz.

Ainda no estudo em questão, as pesquisadoras colocam o quanto as habilidades preditoras são necessárias para as crianças em período pré-escolar, principalmente quando os cinco elementos (as habilidades) estão presentes na didática dos educadores (CAPELLINI et al. 2009 citado por MINERVINO e DIAS, 2017).

As habilidades preditoras essenciais à leitura são as seguintes: consciência fonológica, fluência verbal, conhecimento dos fonemas, vocabulário e compreensão.  Entretanto, outras abordagens também citam a memória visual e fonológica como grandes influências no processo de leitura.

Como a consciência fonológica contribui para facilitar a experiência do aluno?

Frequentemente, quando se fala sobre práticas que estão ligadas à leitura, a consciência fonológica ganha espaço. Dessa forma, torna-se necessário mostrar alguns detalhes referentes a esse importante aspecto no desenvolvimento do aluno.

 A princípio, a consciência fonológica é definida como a habilidade que todos nós temos para reconhecer e manipular os sons existentes na nossa língua. Segundo estudos da área, ela é fundamental para que seja desvendado o processo entre a leitura e a escrita. Com isso, outros autores evidenciam que a consciência fonológica atua como uma das melhores habilidades preditoras para a aquisição da leitura.

Além disso, tem-se conhecimento, em investigações científicas, que os treinamentos de consciência fonológica realizados no período que compreende a pré-escola e a 1ª série geram efeitos satisfatórios no 3º ano. Contudo, quando esse estímulo se inicia no 2º ano, o aspecto preditor não é tão considerável. Portanto, o estímulo deve começar  no momento adequado. Por fim, a consciência fonológica é algo que precisa ser trabalhado nas fases precoces à alfabetização.

As habilidades preditoras podem indicar a existência de algum problema?

Na verdade, como elas são subjacentes à leitura e à escrita, é possível que a falta ou pouca prática dessas habilidades indique a iminência de uma dificuldade, por exemplo. Isso pode ficar evidente no que diz respeito aos déficits de processamento fonológico, incluindo prejuízos em aspectos como a memória fonológica imediata, a consciência fonológica, entre outros.

A observação dos professores é essencial, pois a identificação de um possível problema pode ser responsável por uma proposta de intervenção ao aluno. No entanto, a precocidade dessa análise diz muito sobre a eficácia do que necessita ser feito. Assim, observar esses possíveis déficits nos primeiros anos do percurso escolar é uma missão importante para os educadores.

Além disso, outro detalhe que deve ser olhado com atenção é o fator que pode ser o causador do déficit da criança no ato da leitura. As causas podem ser desde a inadequação ao método de ensino, passando pela instrução escolar até mesmo razões socioculturais. Enfim, estabelecer metodologias que enriqueçam a experiência do aluno diante de suas habilidades preditoras é algo fundamental para o sucesso no percurso pedagógico da criança.

Fontes:

MINERVINO, Carla Alexandra da Silva Moita; DIAS, Émily Buriti. Teste de habilidades preditoras da leitura: normas de habilidade para crianças. Avaliação Psicológica, Itatiba, v. 16, n. 4, out./dez. 2017.

NICOLAU, Carla Cabezas; NAVAS, Ana Luiza Gomes Pinto. Avaliação das habilidades preditoras do sucesso de leitura em crianças do 1º e 2º do ensino fundamental. Revista CEFAC, v. 17, n. 3, maio/jun. 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome