Olá pais e professores,
Se você quer dicas de como ajudar seu filho nas tarefas de casa.
E você professor quer saber como atingir o seu objetivo em fazer a família e a criança terem integração e aprendizado, esta matéria é para você!
Muito mais do que um auxílio no processo de aprendizagem, a lição de casa desperta responsabilidade, reflexão e senso de organização.
Depois de um dia cansativo de aula, ao chegar em casa, o que a maioria dos alunos quer é, na verdade, um bom descanso. Mas, opa! Espere um minuto. Tem lição de casa!
Nessa hora, é bastante comum observar a “preguicinha” de realizar as atividades trazidas da escola. Por isso, o incentivo e o interesse da família são muito importantes.
Além disso, a escola também precisa elaborar atividades desafiadoras, que instiguem as crianças e os adolescentes e que colaborem no processo de aprendizagem. Em alguns casos, o assunto traz um certo desconforto.
Mas aqui vão algumas dicas de como fazer da tarefa de casa, um momento especial!
Boa leitura 😉

TAREFA DE CASA: UM MOMENTO ESPECIAL!
DICAS PARA UM BOM PLANEJAMENTO PARA O PROFESSOR E COMO OS PAIS PODEM AJUDAR OS FILHOS COM AS TAREFAS!

A tarefa escolar que vai para casa, tem grande papel no desempenho escolar do aluno.
Segundo pesquisas realizadas, a educação básica mostra que 43,2% dos estudantes que não tem uma rotina escolar, apresentam os piores desempenhos nos estudos.
Com esta preocupação, a lição de casa tem sido alvo de reflexão ao se referir ao processo ensino – aprendizagem. Muitas vezes a lição de casa é feita apenas para preencher o tempo do aluno.
E você educador? Elabora suas atividades de casa por elaborar ou busca estratégias e objetivos a atingir?
Para os professores, pensar diariamente em lições de casa relevantes, adequadas e que realmente ajudem no aprendizado dos conteúdos programados, é um desafio.
O ideal é que as estratégias sejam bem definidas tornando os alunos capazes de fazerem a diferença, no sentido de consolidar os conteúdos apresentados em classe, de forma que tenham um bom desempenho na evolução da aprendizagem.
Para que facilite a elaboração de lições de casa com estratégias e objetivos que irão propiciar um melhor aprendizado para o educando, sugere-se algumas dicas:
·         Ter o planejamento como ponto de partida;
·         Planejar atividades desafiadoras;
·         Elaborar atividades que prendam a atenção dos alunos;
·         Definir os conteúdos pedagógicos, para que utilize estratégias específicas para um determinado conteúdo;
·         Além de propiciar atividades bem planejadas, o educando deve buscar estar sempre orientando os pais ou responsáveis de como proceder com o aluno neste momento tão importante para o desempenho escolar.
·         Ter consciência de que uma lição de casa deve levar o aluno a desenvolver importantes habilidades básicas, tendo como principais delas: ler e escrever, interpretar e analisar dados, comparar e sintetizar informações, pesquisar e resolver situações- problema
·         Trabalhar com atividades escolares criativas. As atividades devem ser criativas, dinâmicas, interessantes e desafiadoras. Só assim farão sentido para o aluno e despertarão, por meio do estímulo, o gosto pelo estudo e pela reflexão.
O valor das tarefas de casa com a família
Ainda que as tarefas domésticas e profissionais às quais nós entregamos durante o dia todo nos deixem sem forças para sentarmos com as crianças por um momento, é importante encontrar ânimo para ajudar nossos filhos.
Com algumas dicas ficará mais fácil controlar as dificuldades e tirar o melhor proveito possível nos deveres escolares do seu filho.
A atitude positiva dos pais diante das tarefas escolares ajuda as crianças a cumprir suas obrigações de forma natural.
Veja algumas dicas de como ajudar as crianças com seus deveres:
Motivar as crianças dia a dia na aquisição de conhecimentos é uma tarefa imprescindível para que as tarefas escolares não se tornem em algo chato, que cause rejeição a elas.
·         Materiais. Seu filho deve dispor de materiais como papel, lápis, borracha e um dicionário para fazer seus deveres do colégio. Você dever estar atento para ver se necessita de vez em quando algo especial.
·          Leitura. Aproveite para ler quando seu filho estiver fazendo os deveres. Desse modo poderá prestar atenção quando ele necessitar de alguma coisa, e estará dando um bom exemplo a ele.
·         Ajuda. Quando seu filho lhe pedir orientação, oriente-o, mas não lhe dê a resposta. Se você der a ele tudo feito, ele aprenderá que quando tiver alguma dificuldade você solucionará todo o problema para ele.
·          Interesse. Demonstre interesse em colaborar nos seus deveres e dê importância na realização de suas tarefas.
·         Contato. O acompanhamento e as reuniões com os professores mantêm o contato entre os pais, filhos e mestres. Assim poderá compartilhar as tarefas e dar melhor seguimento dos seus filhos nos estudos.
·          Organização. Estabeleça com seu filho quais são as tarefas fáceis e difíceis em função das suas preferências. Oriente-o para que faça primeiro as mais difíceis, deixando as mais fáceis para quando estiver mais cansado.
·         Descansos. Quando notar que seu filho está cansado, proponha um descanso de dez minutos. Assim poderá voltar com mais concentração aos deveres.
·         Prêmios. Premie seu filho pelo seu esforço, dedicação e pelo cumprimento dos seus deveres semanais. Uma sessão de cinema, um passeio, uma pizza ou uma excursão ao zoológico ou a um museu são algumas opções que vão encantá-lo.
·         Ânimo. Busque sempre o positivo e evite as críticas. Se a criança se sente frustrada e incapaz, sua dificuldade aumentará e perderá o interesse de superação. Os deveres vão se converter em um pesadelo.
·         Correção. Revise os deveres e se assegure de que o trabalho está completo e correto. É uma forma simples de demonstrar que você está interessado em saber como andam as coisas.
Os pais precisam entender, no entanto, que acompanhar a vida escolar dos filhos não deve significar apenas cobrar.
O acompanhamento pressupõe muito mais do que isso. É necessário estimular, motivar, valorizar, ensinar, conversar, prestigiar, discutir. Nessa parceria, a cobrança é a última ferramenta a ser utilizada.
Quando a criança se sente ouvida, apoiada, prestigiada, se sente mais estimulada para aprender e aproveitar todas as oportunidades que a escola promove.
Neste processo ganha a criança, a família e a escola. Neste processo somos todos vencedores!
Fonte:   colegiosaojudas.com.br     /   guiainfantil.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome